Sexta-feira, 29 de Dezembro de 2006

novo ano

O melhor pretexto

 

É tão frágil a vida,

tão efémero tudo!

(Não é verdade, amiga,

olhinhos-cor-de-musgo?)

 

E ao mesmo tempo é forte,

forte de veleidade

de resistir à morte

quanto maior a idade.

 

Assim, aos trinta e sete,

fechados alguns ciclos,

a vida ainda pede

mais sentimento, vínculos.

 

Não tanto os que nos deram

a fúria de viver,

como esses descobertos

depois de se saber

 

que a vida não é outra

senão a que fazemos

(e a vida é uma só,

pois jamais voltaremos).

 

Partidários da vida,

melhor: do que está vivo,

digamos 'não' a tudo

que tenha outro sentido.

 

E que melhor pretexto

(quem o saiba que o diga!)

teremos p'ra viver

senão a própria vida.

                      Alexandre O´Neil

publicado por M. Belo às 16:01
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. cores de outono

. Aos amigos

. Aos novos papás

. aos amigos

. memória do natal

. novo ano

. ainda a memória

. memória

. todas as esperas

. Em Ti

.arquivos

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds